Britney Spears ‘traumatizada’ ‘provavelmente não vai se apresentar novamente’

Britney Spears 'traumatizada' 'provavelmente não vai se apresentar novamente'

Britney Spears disse que “provavelmente não vai se apresentar novamente” porque está “traumatizada” como resultado do abuso que ela supostamente sofreu durante sua tutela de 13 anos.

“Estou muito traumatizado para a vida e sim, estou chateado pra caralho e não, provavelmente não vou me apresentar de novo só porque sou teimoso e vou mostrar meu ponto de vista”, escreveu a estrela pop, 40 anos, no Instagram. Domingo na legenda agora deletada de uma foto dela nua na cama.

Spears chamou a atenção para o fato de que ela não conseguiu aprovar imagens para sessões de fotos e visuais para seus videoclipes quando ela tinha conservadores, observando que o único vídeo que ela gostou em todo o acordo legal foi “Work Bitch”, de 2013.

“Prefiro parar de fazer merda na minha piscina e tirar fotos minhas em estúdios do que trabalhar com as pessoas mais ofensivas da minha vida”, acrescentou o cantor de “Toxic”.

Britney Spears se apresentando.
Britney Spears disse que “provavelmente não vai se apresentar novamente”.
MovieMagic

Spears também disse que se sentiu “humilhada” por estar cercada por oito das “meninas mais pequenas” no palco para suas rotinas de dança, o que a fez se sentir insegura.

“Você acha que estou sendo boba, tente estar lá em cima e se sentir assim”, escreveu ela.

Spears concluiu o post escrevendo uma mensagem direta para seu pai e ex-responsável, Jamie Spears, criticando um anúncio da Pepsi que ela gravou e que, segundo ela, a fazia parecer “80 anos”.

“Beije minha maldita mãe, seu filho da puta, seu filho da puta”, escreveu a cantora de “Stronger” para seu pai, de 70 anos, junto com um emoji de pêssego.

Jamie Spears e Britney Spears posando para uma foto juntos.
Britney disse ao pai Jamie Spears para “beijar” sua “bunda” em sua legenda do Instagram agora excluída.
Britney Spears/Instagram

Britney afirmou em uma bomba testemunho de junho de 2021 que seus conservadores a forçaram a trabalhar contra sua vontade.

“Na Califórnia, a única coisa parecida com isso é chamada de tráfico sexual, fazer qualquer um trabalhar contra a vontade, tirar todos os seus pertences, cartão de crédito, dinheiro, telefone, passaporte”, disse o cantor de “I’m a Slave 4 U”. no momento.

Depois de um juiz encerrou a tutela de Britney em novembro de 2021 porque “não era mais necessário”, muitos se perguntavam se o vencedor do Grammy voltaria mais uma vez à indústria da música depois um hiato prolongado.

Britney Spears posando em sua sala de estar.
A tutela de Britney terminou em 2021 após 13 anos.
Britneyspears/Instagram

O “Opa! … I Did It Again”, a cantora compartilhou um mês depois que a razão pela qual ela não havia voltado ao negócio do entretenimento era porque era sua maneira de dizer “f-k you” para sua família distante.

“Não fazer mais música é a minha maneira de dizer ‘F-k You’ em um sentido quando na verdade só beneficia minha família, ignorando meu trabalho real”, escreveu ela no Instagram em dezembro de 2021. ganhar.”

No entanto, os fãs ficaram muito felizes quando o Page Six informou exclusivamente em julho que Britney estava trabalhando em uma versão remixada de “Tiny Dancer” com Elton John.

A dupla icônica então lançou “Hold Me Closer” em agosto, e a pista chegou ao top 10 na Billboard Hot 100.

.